Apresentação

“Compreender o mal não o cura, mas, sem dúvida alguma, ajuda. Afinal, é muito mais fácil lidar com uma dificuldade compreensível que com uma escuridão incompreensível.” – Carl Jung.

Olá.
Seja bem vindo(a).
Espero que goste.
Luz, Paz e Alegria sempre.

Elizabeth.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Odoìyá Yemanjá!

Continuando o resumo sobre os orixás regentes de 2016.

Odofiabá, Odóìyá!
Vários nomes tem esse Orixá, Yemonjá (nagôs), Dandalunga (angolas), Kaiala (congos); também chamada Janaína, Princesa de Aiucá e Sereia Mukunã.


Yemanjá (nome abrasileirado) é a mãe de todos os filhos, mãe de todo mundo. Rege a fecundidade e a criatividade.


Senhora das águas dos oceanos é ela quem sustenta a humanidade e, por isso, os órgãos que a relacionam com a maternidade são sagrados.


De seu ventre saíram todos os Orixás, dos seus seios correm os rios que fertilizam a terra. Ela é a deusa do mar e protetora das mães e esposas, representa a gestação e a procriação. É invocada para trazer prosperidade e abundância.


Como toda matriarca, é benevolente e preocupada com o bem estar de todos, mas exerce uma autoridade mais pela astúcia que pela força. Ela é a mãe que orienta, educa, e sabe, sobre tudo, explorar as potencialidades que estão dentro de cada um.


É o tipo de mãe que quer os filhos sempre por perto, que tem uma palavra de carinho, um conselho, um alívio psicológico. Mãe que não faz distinção dos seus filhos, sejam como forem, tenham ou não saído do seu ventre. 


Iyá – Ori (cabeça), mãe da cabeça, e plasmadora de todas as cabeças, aquela que gera o Ori, que dá o sentido da vida e nos permite pensar e raciocinar. Ela preside a formação da individualidade, é quem apara a cabeça dos bebês no momento do nascimento e entrega para os Orixás que se responsabilizarão por conduzi-los na vida.


Yemanjá dá o sentido de família a um grupo de pessoas que vivem debaixo de um mesmo teto. A base da formação de uma família, aquela que vai gerar o amor do pai pelo filho, da mãe pelo filho, dos filhos pelos pais, transformando tais sentimentos num só, poderoso, imbatível, que se perpetuará. Desde a formação da família, suas reuniões, os aniversários, as festas de casamento, as comemorações. É o sentido da união, seja por laços consanguíneos ou não.




Dia: sábado.
Cor: branco, azul claro, prata.
Comida: canjica branca, arroz doce com mel, manjar, uvas brancas, coco, melancia, mamão.
Bebida: água de coco, mel, champanhe. Metal: prata e platina.
Elementos: mares, oceanos, água salgada.
Domínios: poder procriador feminino, criação, maternidade,
Saudação: Odofiabá, Odóìyá!

Epa Bàbá!!!

O ano de 2016 será regido por Oxalá e Yemanjá. 
Hoje conversaremos um pouco sobre Oxalá que foi o primeiro Orixá concebido por Olorum. 
Epa Bàbá!!!
Chamado de Orixá Fun Fun, Senhor ou Rei do pano branco, pois branca é a cor da criação, guardando a essência de todas as demais. 
Representa o céu, o princípio de tudo, é o governante da vida, a matriz cósmica, criador do homem.
Por excelência é o pai de todos os orixás, a metade superior da cabaça-mundo e detentor do poder procriador masculino.
Oxalá é alheio a todo o tipo de violência, disputas e brigas, gosta de ordem, da limpeza e da pureza.
É ele que sempre atua como mediador para acalmar discórdias em qualquer plano, trazendo uma solução, uma definição.
Ao incorporar assume duas formas: 


Oxaguiã - jovem guerreiro, relacionado ao vigor, nobreza, superação pelo trabalho, articulação, astúcia, conquista, inovação, guerreiro da paz. Nunca entra numa batalha para perder, sempre vencendo suas lutas e superando quaisquer obstáculos.


Oxalufã - velho, sábio e paciente que se apresenta apoiado num bastão de prata chamado de Opaxoró. Os três pratos que fazem parte do cajado simbolizam a sua supremacia sobre os mundos dos seres humanos, dos eguns (desencarnados) e dos Orixás. Neles Oxalá carrega e distribui o alimento sagrado para todos os seres e encantados. O pássaro que está na ponta do Opaxorô é um mensageiro, que faz a ligação entre esses mundos.
No xirê Oxalá é homenageado por último porque é o grande símbolo da síntese de todas as origens, representando a totalidade.


Como Bará (Exú) reside em todos os seres humanos.
O raciocínio é a grande contribuição desse Orixá para os seres humanos diferenciando-os assim dos animais.





Dia da semana: sexta-feira por respeito ao pai mais velho, usa-se branco nesse dia.
Cor: branco leitoso, marfim, pérola, prata.
Comida: canjica branca, cocada, melão, uva branca.
Bebida: água mineral.
Metal: prata.
Elementos: atmosfera e céu.
Domínios: poder procriador masculino, criação, vida e morte.
Saudação: Epa Bàbá

2016 o ano do Sol



Como já falei anteriormente o ano de 2016 será regido por Oxalá em todas as suas manifestações e Yemanjá. Analisemos as demais influências:

ASTRO REGENTE – Sol. Será um ano de temperatura elevada, podendo ocorrer tufões, vendavais e tempestades.


SIGNOS MAIS BENEFICIADOS: Áries, Leão e Sagitário, regidos pelo elemento fogo.


NUMERO REGENTE 9 - Este número representa a imersão do espírito na matéria. Traz a necessidade de crescimento espiritual e de materializar os dons do espírito no plano terrestre, viver a espiritualidade na humanidade. Ele nos pede a liberação da prisão do pecado/culpa/castigo. A hora é de nos libertarmos através da vivência do perdão, entrega e transmutação. Agindo assim não para obtermos qualquer recompensa, mas porque é a maneira natural de ser.É o término de um ciclo, período de limpeza, hora de sair da estagnação, de desapegar do que já não nos serve mais, momento de avaliar nossas escolhas, pois em 2017 (2+1+7= 10=1) será o início de um novo ciclo.Lembremos que é o eterno movimento da vida, tudo morre para renascer.Portanto é hora de deixar morrer velhos padrões, comportamentos, crenças, atitudes, tudo o que não faz mais sentido em nossas vidas. Desapegar do que não nos permite crescer e evoluir emocionalmente e espiritualmente (relacionamentos, vínculos, apegos).Não dá para esperar mais, por isto será um ano de intenso trabalho, de mudanças.Um tempo de doação e cooperação, porque podemos nos ajudar, sermos ajudados e apoiar os outros nesse processo cósmico.


CARTA DO TARÔ – O ermitão ou eremita (maturidade, conhecimento, clarificação). O mestre que cria as condições necessárias para que o aprendiz descubra a verdade através de suas experiências. Ele nos pede perseverança, calma, paciência sabedoria e clareza. Palavras e atitudes prudentes, honrar compromissos, abrir mão do que é supérfluo. O eremita nos chama para as relações afetivas mais constantes, adultas, profundas com o cerne na espiritualidade. Para a fidelidade aos afetos e relacionamentos.


ANJO - Arcanjo Miguel, o guerreiro de Deus e regente do Sol. A luz que destrói as trevas. É o Arcanjo da coragem, defende, protege e auxilia os homens nas situações de perigo físico e os defende contra as injustiças de qualquer espécie. Ele comanda o fogo e tem como missão principal supervisionar e promover uma limpeza na Terra para entrar no novo ciclo.


CONCLUSÃO: Não será um ano fácil, não é por acaso que seremos protegidos pelo pais da criação, Oxalá e Yemanjá, pois nada disso poderá ser feito de forma indolor. Precisamos sintonizar com a fé, correção de propósitos, amor fraterno, união, firmeza, direção e Luz. Mais do que nunca fazer da oração nosso escudo e proteção e vigiar nossos pensamentos e atitudes para ficarmos na frequência do BEM.


PALAVRAS CHAVES; Paciência, respeito, perseverança, foco, eliminação dos excessos, fé, fidelidade, cooperação, amor, lealdade, cooperação, SOMOSTODOSUM!



quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

O Feng Shui, Natal e Ano Novo





Segundo o Feng Shui, qualquer objeto que acrescentamos em um ambiente vai interagir com as energias sutis ali presentes. 

Para determinarmos como será essa interação, utilizamos a Teoria das Cinco Fases da Energia, que são: Madeira, Fogo, Terra, Metal e Água. A cada uma das fases são atribuídas propriedades de forma, cor e material.

As Árvores de Natal podem ser incluídas na categoria Fogo.

Apesar de plantas em geral pertencerem à fase Madeira, plantas artificiais não possuem o movimento de crescimento e expansão das plantas vivas. Todas as outras propriedades de uma árvore de Natal estão ligadas a fase Fogo, o formato triangular,  as estrelas, a cor vermelha  predominante nas bolas e laços, a lâmpadas.

Quando esses elementos estão bem colocados em um ambiente, atraem muita energia e prosperidade. 

Ao arrumar a mesa da ceia de Natal você pode trazer paz e harmonia ao ambiente equilibrando os elementos.

Elemento madeira: cor verde. Frutas como a melancia, maçã verde, kiwi ou pêra. Salada de folhas bem verdes, utensílios de madeira. 


Elemento fogo: cor vermelha. Arranjo de flores vermelhas, maçãs vermelhas, morangos. Velas e luminárias.


Elemento terra: cor amarela. Frutas como manga, laranja, melão e banana. Arranjo de flores amarelas como girassol, margaridas ou similares.


Elemento metal: branco e cores metálicas. Um manjar ou torta com glacê branco ou coco ralado. Talheres prateados ou dourados, toalha branca.


Elemento água: cores azul ou verde água. Toalha de mesa nessa tonalidade, taça com água mineral, vidros azuis. 



Ano Novo, Nova Etapa, Novo Ciclo




Os orixás regentes do Ano de 2016 são Oxalá (em todas as suas manifestações) e Yemanjá.

Use roupas em branco e prata na passagem do ano, joias e semi-joias de prata e/ou ouro branco com diamante, pérola, sodalita, água marinha, lápis lazúli ou brilhante.  

Brinde a passagem do ano com champanhe ou água mineral.

Aproveite melhorar a sua energia e da sua casa.

/comece com uma boa faxina, limpe, arrume, doe, recicle, desapegue doa objetos da casa e pessoais.

/mude os móveis de lugar, facilita a circulação do Chi.

/Leve a Natureza para a sua casa, plantas, cristais e flores.

/aromatize a casa de acordo com a sua sensibilidade. Dicas:
Riqueza: canela, cravo, laranja, tangerina.
Amor: buquê de rosas, patchouli, ylang-ylang, sândalo.
Tranqüilidade: lavanda, camomila, néroli, rosa branca.
Espiritualidade: olíbano, benjoim, sândalo.
Limpeza: manjericão, arruda, mirra, alecrim.

/para limpar o ambiente faça um defumador com alecrim, manjericão e mirra. Limpe de dentro para fora.

/para trazer prosperidade após limpar a casa prepara a seguinte mistura: ferver numa panela de ágata, vidro ou barro por 20 minutos, cascas de tangerina ou laranja azeda, cravos da índia e canela em casca. Deixar esfriar e borrifar na casa toda, começando pela porta da frente. Lembre-se de mentalizar o que você deseja.

/manter no local árvores de limpeza como arruda, manjericão, comigo ninguém pode com guiné, espada de São Jorge, etc.

/usar velas aromáticas e sprays, feitos com óleos aromáticos e florais.


Ceia de Ano Novo 


/arrumar a mesa segundo a teoria dos Cinco elementos. 

/escolher alimentos que simbolizam prosperidade como romã, figo, lentilha, arroz com passas, bolo com frutas cristalizadas.


/não esquecer de uma bonita fruteira com frutas variadas e ramos de trigo. Este ano use melão, peras, uvas brancas, mamão e maçãs vermelhas e verdes.


/este ano nos arranjos de flores use rosas brancas, copo de leite, margaridas amarelas e brancas, tulipa branca e violeta branca.





/não esqueça de uma bandeja com cocadas brancas e um manjar para chamar prosperidade.




/uvas brancas, vinho branco e champanhe.


/velas brancas e prateadas